domingo, 9 de maio de 2021


 20/ 03 /2021 - REUNIÃO FORMATIVA


   A Comunidade Rainha do Carmelo realizou, por videoconferência, seu primeiro lazer, uma tarde com São José, com participação especial do Frei Claudiano Lima.



  • Oração inicial: 



Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso Amor. Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.
Oremos: Ó Deus que instruíste os corações dos vossos fiéis, com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos da sua consolação. Por Cristo Senhor Nosso. Amém.


  • Palestra: Indulgências no ano de São José
  • Palestrante: Frei Claudiano Lima





 



                                                                                             






  • Aniversariantes do trimestre:











  • Efigênia  






SÃO JOSÉ
 
Nada ou quase nada
sabemos
da tua vida
Tudo é silencio
Tu fostes silencio
no silencio
te escondestes

Onde nascestes?
E os teus pais?
Quando nascestes?
Silencio


O pouco que sabemos é aquilo
que te faz santo

Eras justo
Amavas a Deus
Trabalhavas
Humilde e silencioso

Deus amou o teu silencio de amor
te escolheu
para uma missão
secreta

Todos sabiam
que eras pai de Jesus
Tu sabias
que não eras
guardastes silencio

Um silencio
pesado, duro
humilde e doce
é um silencio que ama
sofre
cala
 
Mestre do silencio
guardas os segredos
da alegria e da cruz 

Não discutes
escutas e fazes
segues as ordens
do sonho
e vais onde o coração
te diz

Ensina-nos, José
a silenciar
não por medo
mas somente
por amor

Silencio profético
contra a injustiça
Abres caminhos
ao inútil
falar humano

José
no silencio
leva-nos
a Deus silencio
Palavra de vida
adorada por ti
Gerada não por ti
mas pelo Espirito Santo
no seio de MARIA

Ela é Mãe
Tu não és pai
És silenciosa
Sombra protetora
Para o Filho de Deus.

Abuna batrik O.C.D
Frei Patricio
18/03/2021






  • ENCERRAMENTO 



terça-feira, 23 de março de 2021

 



9º DIA - NOVENA DE SÃO JOSÉ - 2021


 Conduzida por Regina Grêgo com a participação de Larissa e Efigênia, membros da Comunidade Rainha do Carmelo.



A grandeza de São José consiste no fato de ter sido o esposo de Maria e o pai de Jesus”. (Patris Corde) “Para os Carmelitas o interesse pela figura de São José foi um desenvolvimento natural da inspiração mariana da Ordem”.
(Carta à família Carmelitana)





  • ORAÇÃO INICIAL: 

É inegável que mais do que nenhum outro santo, Teresa de Jesus, fez do culto a São José um dos elementos característicos da piedade e da fisionomia espiritual do Carmelo”. Rezemos pedindo a São José que interceda ao seu Divino Filho, ao longo destes nove dias, por nossas intenções pessoais e familiares, carmelitas e eclesiais, pelos enfermos e pelas diversas necessidades do mundo inteiro, a fim de que possamos, crescer nas virtudes por ele praticadas.

 

Senhor Jesus Cristo, os Carmelitas como São José, conhecem o sonho e mantém a luz da esperança, que brilha e aponta para aquele mundo novo prometido àqueles que estão atentos à Palavra de Deus, crendo que Deus fará novas, todas as coisas. Senhor, com o Pai e o Espírito Santo, suplicamos que acolheis com bondade, as intenções que apresentamos nesta novena (..............), sob a intercessão deste castíssimo pai e patrono, unidos à Virgem Maria, vossa Mãe, e sob a intercessão de Santa Madre Teresa de Jesus.

  



Pai-Nosso. Ave-Maria. Glória ao Pai.

São José, Esposo da Virgem Maria,

Rogai por nós!


  • 9º DIA – 18/03/2021.
  • Tema: São José, esposo da Virgem Maria.

Existe uma estreita analogia entre a “Anunciação” do texto de São Mateus e a do texto de São Lucas. O mensageiro divino introduz José no mistério da maternidade de Maria. Aquela que, segundo a lei, é a sua ‘esposa”, permanecendo virgem, tornou-se mãe pela virtude do Espírito Santo. E quando o Filho que Maria traz no seio vier ao mundo há-de receber o nome de Jesus. Este nome era bem conhecido entre os Israelitas; e, por vezes, era por eles posto aos filhos. Neste caso, porém, trata-se de um Filho que - segundo a promessa divina - realizará plenamente o que este nome significa: Jesus - Yehosua, que quer dizer «Deus salva». José, seu esposo, sendo justo e não a querendo expor à infâmia, resolveu desvincular-se dela secretamente' (Mt 1, 19). Ele não sabia como comportar-se perante a “surpreendente” maternidade de Maria. Buscava, certamente, uma resposta para essa interrogação inquietante; mas procurava, sobretudo, uma maneira airosa de sair daquela situação difícil para ele. Enquanto andava «a pensar nisto, apareceu-lhe, em sonho, um anjo do Senhor, que lhe disse: "José, filho de David, não temas receber contigo Maria, tua esposa, pois o que nela se gerou é obra do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados" (Mt 1, 20-21). Percebemos, portanto, que a grandeza de São José consiste no fato de ter sido o esposo de Maria e o pai de Jesus. São Paulo VI faz notar que a sua paternidade se exprimiu, concretamente, «em ter feito da sua vida um serviço, um sacrifício, ao mistério da encarnação e à conjunta missão redentora; em ter usado da autoridade legal que detinha sobre a Sagrada Família para lhe fazer dom total de si mesmo, da sua vida, do seu trabalho; em ter convertido a sua vocação humana ao amor doméstico na oblação sobre-humana de si mesmo, do seu coração e de todas as capacidades no amor colocado ao serviço do Messias nascido na sua casa”.




  • História: São José no Carmelo.

É certo, porém, que ao lado da figura tradicional do santo Pai Elias coloca-se agora o Santo Pai José. Isto gerou uma incerteza sobre qual dos dois deveria ser considerado o principal. O P. Gracián, numa passagem famosa de sua obra Josefina (1597), chega a afirmar que “aqueles que professam a regra dos Carmelitas Descalços reconhecem como fundador desta reforma o glorioso São José, tendo-a fundada a madre Teresa, por meio da devoção a ele, assim como a Ordem do Carmelo reconhece como fundadora a Santíssima Virgem Maria, a devoção da qual o profeta Elias deu início à vida religiosa dos profetas no Monte Carmelo” (l. V, cap. 4; ed. Silverio, 476).

" Eu com grandíssimo deleite e glória, logo me pareceu Nossa Senhora pegar-me nas mãos. Disse-me que Lhe dava muito gosto sendo devota do glorioso S. José; que tivesse por certo que, o que eu pretendia do mosteiro, se havia de fazer e nele se serviria muito o Senhor e a eles ambos; que não temesse que nisto houvesse jamais quebra, embora a obediência que dava não fosse a meu gosto, porque Eles nos guardariam e já Seu Filho nos tinha prometido andar conosco". (Santa Teresa de Jesus - Vida 33,14)

Encomendar a São José: A prática da MISERICÓRDIA.

Propósito do dia: A virtude do SERVIR.

 

ORAÇÃO FINAL: (Todos os dias)

Os Santos ajudam todos os fiéis «a tender à santidade e perfeição do próprio estado». A sua vida é uma prova concreta de que é possível viver o Evangelho. À semelhança de Jesus que disse: «Aprendei de Mim, porque sou manso e humilde de coração» (Mt 11, 29), também os Santos são exemplos de vida que havemos de imitar. A isto nos exorta explicitamente São Paulo: «Rogo-vos, pois, que sejais meus imitadores» (1 Cor 4, 16). O mesmo nos diz São José através do seu silêncio eloquente. (Patris Corde 7)

 


Dirijamos-lhe a nossa oração:

Salve, guardião do Redentor

e esposo da Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós, Maria depositou a sua confiança;

convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai também para nós

e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem,

e defendei-nos de todo o mal. Amém.

(Patris Corde – 8/12/2020. PP. Francisco)

 

Estela da Paz.

Estela Maria Teresa de Jesus, OCDS.

Comissão de Espiritualidade

Comissão de História.

  • Recitação das Completas: Regina Grêgo e Larissa





Oração:

Visitai, Senhor, esta casa, e afastai as ciladas do inimigo; nela habitem vossos santos Anjos, para nos guardar na paz, e a vossa bênção fique sempre conosco. Por Cristo, nosso Senhor.

O Senhor todo-poderoso nos conceda uma noite tranquila e, no fim da vida, uma morte santa.
 Amém.




sexta-feira, 19 de março de 2021

 


16/03/2021 - ENCONTRO DOS DEVOTOS DO SANTO ESCAPULÁRIO  


      Encontro aconteceu com transmissão pelo canal da OCDS no YouTube, com momentos de formação e oração. Um apostolado desenvolvido pela Comunidade Rainha do Carmelo que promove um aprofundamento  do amor mariano.





  • Acolhimento:  Raimundo Soares e Helaine 





"...A Santíssima Virgem não tem uma Santíssima Virgem para amar, por isso é menos feliz que nós" (Santa Teresinha do Menino Jesus).


"Deus nos dá dos próprios benefícios que teve: nos dá como mãe, sua própria mãe. Eu vou recorrer àquela que Jesus recorreu. Jesus nos faz amar de forma filial, aquela que Ele amou da mesma forma".
(Charles de Foucault)

  • Oração: Helaine 

                     

                                        'A  alegria do Senhor é Nossa força '

  • Palestrante :  Luís Carlos
  • Tema : A  Alegria  de Maria

                                 

                                                        
  
           Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, o bebê agitou-se em seu ventre, e Isabel ficou cheia do Espírito                     Santo... Lucas 1:41.


                                                  



                                            E o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador,... Lucas 1:47

                           



E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres. E, vendo-o ela… Lucas 1:28


                                        



                                                 

                    Maria, Queremos Amar-te 


Maria, Maria,Maria, Maria.

Somos filhos teus, queremos amar-te
Como ninguém jamais te amou.
Somos filhos teus, queremos amar-te
Como ninguém jamais te amou...


  • Recitação da Coroa da Imaculada: Helaine e Ana Catarina

                                       

                                      


          








  • Canto da Coroa da Imaculada: Regina Grêgo




  • Encerramento: Efigênia Ribeiro



            Que nossa Mãe Santíssima do Carmo interceda por TUDO e por TODOS! 




quarta-feira, 17 de março de 2021




2º DIA - NOVENA DE SÃO JOSÉ - 2021


 Conduzida por Regina Grego com a participação de Ana Catarina Matos, membros da Comunidade Rainha do Carmelo 



 A grandeza de São José consiste no fato de ter sido o esposo de Maria e o pai de Jesus”. (Patris Corde) “Para os Carmelitas o interesse pela figura de São José foi um desenvolvimento natural da inspiração mariana da Ordem”.

(Carta à família Carmelitana)



   

  • ORAÇÃO INICIAL: 

É inegável que mais do que nenhum outro santo, Teresa de Jesus, fez do culto a São José um dos elementos característicos da piedade e da fisionomia espiritual do Carmelo”. Rezemos pedindo a São José que interceda ao seu Divino Filho, ao longo destes nove dias, por nossas intenções pessoais e familiares, carmelitas e eclesiais, pelos enfermos e pelas diversas necessidades do mundo inteiro, a fim de que possamos, crescer nas virtudes por ele praticadas.

 

Senhor Jesus Cristo, os Carmelitas como São José, conhecem o sonho e mantém a luz da esperança, que brilha e aponta para aquele mundo novo prometido àqueles que estão atentos à Palavra de Deus, crendo que Deus fará novas, todas as coisas. Senhor, com o Pai e o Espírito Santo, suplicamos que acolheis com bondade, as intenções que apresentamos nesta novena (..............), sob a intercessão deste castíssimo pai e patrono, unidos à Virgem Maria, vossa Mãe, e sob a intercessão de Santa Madre Teresa de Jesus.

 


Pai-Nosso. Ave-Maria. Glória ao Pai.

São José, Esposo da Virgem Maria,

Rogai por nós!


  • 2º DIA – 11/03/2021.
  • Tema: São José, um exemplo luminoso de vida interior.

Uma vez que o amor «paterno» de José não podia deixar de influir sobre o amor «filial» de Jesus e, vice-versa, o amor «filial» de Jesus não podia deixar de influir sobre o amor «paterno» de José, como chegar a conhecer as profundezas desta singularíssima relação? Justamente, pois, as almas mais sensíveis aos impulsos do amor divino vêem em José um exemplo luminoso de vida interior. Mais ainda, a aparente tensão entre a vida ativa e a vida contemplativa tem em José uma superação ideal, possível para quem possui a perfeição da caridade. Atendo-nos à conhecida distinção entre o amor da verdade (caritas veritatis) e as exigências do amor (necessitat caritatis), podemos dizer que José fez a experiência quer do amor da verdade, ou seja, do puro amor de contemplação da Verdade divina que irradiava da humanidade de Cristo, quer das exigências do amor, ou seja, do amor igualmente puro do serviço, requerido pela proteção e pelo desenvolvimento dessa mesma humanidade. Vemos que sua proteção e cuidado com o Menino-Deus refletem sua vida interior. Vida interior que o lança a servir, e esse exemplo se pode ser percebido na execução de suas ações frente aos sonhos. No segundo sonho, por exemplo, o anjo dá esta ordem a José: “Levanta-te, toma o menino e sua mãe, foge para o Egito e fica lá até que eu te avise, pois Herodes procurará o menino para o matar» (Mt 2,13). José não hesitou em obedecer, sem se questionar sobre as dificuldades que encontraria: «E ele levantou-se de noite, tomou o menino e sua mãe e partiu para o Egito, permanecendo ali até à morte de Herodes” (Mt 2, 14-15). No Egito, com confiança e paciência, José esperou do anjo o aviso prometido para voltar ao seu país. (cf. R. Custos; Patris Corde 3)



  • História: São José no Carmelo.

A liturgia antiga celebrava São José como o primeiro entre seus contemporâneos em Nazaré a ser escolhido pela divina Providência para esposo da Virgem, a fim de que o Filho de Deus pudesse entrar no mundo de forma honrada e escondida. Pregadores carmelitas afirmam: assim como Maria concebeu o Verbo no seu seio por obra do Espírito Santo, assim São José por obra do Espírito Santo concebeu na contemplação o Cristo na sua alma, tornando-se pai de Jesus sobre esta terra.

 

"Quem não encontrar mestre que lhe ensine oração, tome a este glorioso Santo por mestre e não errará no caminho”. (Santa Teresa de Jesus - Vida 6,8)


Encomendar a São José: A vida interior.

Propósito do dia: A virtude da FÉ.


  • ORAÇÃO FINAL: (Todos os dias)

Os Santos ajudam todos os fiéis «a tender à santidade e perfeição do próprio estado». A sua vida é uma prova concreta de que é possível viver o Evangelho. À semelhança de Jesus que disse: «Aprendei de Mim, porque sou manso e humilde de coração» (Mt 11, 29), também os Santos são exemplos de vida que havemos de imitar. A isto nos exorta explicitamente São Paulo: «Rogo-vos, pois, que sejais meus imitadores» (1 Cor 4, 16). O mesmo nos diz São José através do seu silêncio eloquente. (Patris Corde 7)

 

Dirijamos-lhe a nossa oração:

Salve, guardião do Redentor

e esposo da Virgem Maria!

A vós, Deus confiou o seu Filho;

em vós, Maria depositou a sua confiança;

convosco, Cristo tornou-Se homem.

Ó Bem-aventurado José, mostrai-vos pai também para nós

e guiai-nos no caminho da vida.

Alcançai-nos graça, misericórdia e coragem,

e defendei-nos de todo o mal. Amém.

(Patris Corde – 8/12/2020. PP. Francisco)

 

Estela da Paz.

Estela Maria Teresa de Jesus, OCDS.

Comissão de Espiritualidade

Comissão de História.

  • Recitação das Completas:




                                                                     Oração :

Senhor nosso Deus, após as fadigas de hoje, restaurai nossas energias por um sono tranquilo, a fim de que, por vós renovados, nos dediquemos de corpo e alma ao vosso serviço. Por Cristo, nosso Senhor. 

O Senhor todo-poderoso nos conceda uma noite tranquila e, no fim da vida, uma morte santa.
 Amém.